quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Peixe na poça

4 comentários


O temporal instalou-se um pouco por toda a parte mas antes a malta conseguiu fazer o gosto ao dedo e divertir-se um pouco.
As condições desta noite eram perfeitas só faltava o peixe colaborar. Eu acabei por ir mais tarde para o pesqueiro e acabei por chegar ao mesmo tempo que um companheiro de pesca, montamos o material e fomos falando dos peixes…
Quando chegámos à praia íamos cansados de tanto andar, ficamos a falar um pouco com a malta que já lá estava e já tinham saído dois peixes kileiros. Era bom sinal para dar início à nossa jornada, mas os peixes teimavam em não cair nas nossas amostras. Optei por mudar para um vinil e ao primeiro lance tiro um peixe de palmo, devolvo o peixe, lanço novamente e ferro mais um. Este já tinha a medida mas quis soltá-lo, olhei para trás e estava uma poça gigante que corria para o mar, deixei-o lá e pus me a filmar os movimentos do peixe, só foi pena ter ficado com uma má imagem por ser de noite.

 
 
 
Depois da brincadeira fiz uma pausa porque os amigos que estavam connosco iam-se embora e íamos ficar três à pesca. A maré estava quase vazia e a táctica tinha que mudar, andamos uns metros para a esquerda e pus uma Saltiga para chegar o mais longe possível e beneficiar do vento de leste que estava.
Num dos lançamentos logo no inicio da recolha da amostra sinto dois toques mas como o pesqueiro era de pedra fiquei com a pulga atrás da orelha, fui recolhendo devagarinho e mesmo à beirinha dá-se o ataque, o peixe deve ter perseguido a amostra o percurso todo e atacou quando a conseguiu encurralar. Era uma cachaço semelhante ao que tinha deixado na poça, ainda tentei deixar lá os dois juntos mas o outro já se tinha pirado. Guardei o peixe para um dos amigos levar e voltámos os três à pesca.
Estava cansado e a noite já ia longa, andava com uma Athlete a fazer os últimos lances quando sinto uma boa cabeçada e ferro o peixe instintivamente, o peixe não correu mas ficou à superfície a dar cabeçadas, com a ajuda de uma onda o peixe embrulhou-se na rebentação e ficou quase a seco!
Era uma peixe bonito mas bastante magro.
 
 
Depois disto ainda fiz uns lances mas estava feita a pesca, sentei-me numa pedrinha e tirei mais umas fotos aos peixes que estavam na poça.
 
 
No fim viemos todos embora com peixe e ninguém gradou o que é sempre bom nesta pesca!
 
Abraços


quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Pura diversão

7 comentários


Este foi um dia de pesca bastante engraçado, embora o peixe tenha sido todo pequeno.

Sai de casa com o objetivo de ir fazer o fim do dia mas não sabia como estava o mar, liguei ao Sérgio que estava à pescar ao fundo com o Bubu e fui ter com eles.

Tivemos um pouco à conversa e acabámos por ir todos embora, eu para a pesca, eles foram lanchar.

Vi um pesqueiro com pinta e desci sem hesitar. Ao terceiro lance ferro um, o maior do dia, tiro a foto e deixo o peixe numa poça onde o mar ia, fiquei a filmar e quando o mar ia levar o peixe liga-me o Sérgio: “Epá tive a ver ali um pesqueiro que está mesmo bom, vai lá!!”

Eu logo lhe disse, já cá estou e acabei de tirar um.




 
 
video
 
 

Dez minutos depois já estava o Sérgio e o Bubu a descer o pesqueiro e eu nesse preciso momento ferro um.

Tiro a foto e ponho o peixe na poça para mais tarde soltar, falo com eles e começamos os três a pescar.

 



A noite já tinha caído e o Bubu faz das suas e tira um cachaço, o Sérgio já chorava que era um desgraçado porque já tinha perdido uma amostra e não tirava nada.

O Bubu guardou o peixe na mesma poça onde tinha o meu peixe e voltámos os três à pesca, tivemos mais um bom bocado sem sentir nada mas o Bubu voltou a fazer das suas e tirou outro cachaço. De Seguida ferro um peixe mesmo à beira que nem bateu, era quase do tamanho da amostra (14Cm’s).


 

O Sérgio bem tentou mas acabou por não conseguir tirar nenhum peixe e já perto das 22H00 acabámos a pesca com um sorriso na cara por termos conseguido brincar um pouco antes de ir para casa.

Abraços